Início do conteúdo

23 de Abril de 2015

A importância de descobrir o mundo colorido

Além de ajudar no desenvolvimento pedagógico, a hora de pintar pode ser o momento de crianças explorarem o universo das cores, seja em casa ou na escola

A pintura pode auxiliar no desenvolvimento da capacidade de concentração e estabelecer o contato das crianças com novas experiências, como as formas geométricas e traços. Pode ser um momento de muito aprendizado, pois é por meio da pintura que a criança entra em contato com as cores com novas formas de conhecer a vida.

“Mesmo no início do processo de alfabetização, naquele momento em que a criança ainda não reconhece o nome das cores, é importante estimulá-las de diversas formas. Experimentar a pintura e proporcionar diferentes experiências com alguns materiais educacionais, como o giz de cera, incentiva às crianças a se interessarem, por exemplo, pelos nomes das cores”, explica Márcia Murillo, pedagoga da Mercur.

“Usar os brinquedos preferidos ou itens que são utilizados pelas crianças diariamente também podem ser uma forma de aproximá-los do universo das cores. Questionamentos e brincadeiras, a partir do cotidiano das crianças podem aparecer naturalmente na relação adulto e criança. Cores que encontram ao longo do caminho até a escola, cores favoritas, cores que fazem parte desse dia a dia. Todos estes momentos de encontro podem ser momentos de experiências, de aprendizado”, ressalta Márcia Murillo.

A utilização do giz de cera no processo de aprendizagem
Mais do que um simples produto para colorir, o Giz de Cera é um importante recurso pedagógico que permite à criança expressar sua criatividade e também contribui para o desenvolvimento motor e cognitivo.

A Mercur modificou a composição do giz de cera. A parafina (componente derivado do petróleo) que não se regenera na natureza, foi substituída pelas ceras vegetais, matéria-prima que se renova ao seu tempo. Dessa maneira, o giz de cera da Mercur passa a ser 80% renovável, o que causa muito menos impacto no meio ambiente. Além disso, o consumidor também é beneficiado com a mudança, pois o giz passa a oferecer maior facilidade de transferência de cor para o papel.

O que muitas pessoas não sabem, é que as sobras de giz de cera podem ser reaproveitadas e dependendo das misturas, as crianças terão em mãos novas cores também. Confira abaixo o passo a passo para reaproveitamento do giz de cera. O processo precisa ser feito com a ajuda de um adulto porque as forminhas precisarão ir ao forno.

Materiais utilizados
- Pedacinhos de giz de cera
- Forminhas de silicone ou metal
- Forma grande
- Forno

Montagem/Construção
- Passo 1
Pré-aqueça o forno convencional a 200°C.

- Passo 2
Coloque os pedaços de giz nas forminhas (de silicone ou de metal) e leve ao forno.

- Passo 3
O tempo de derretimento depende muito do tamanho dos pedaços de giz. Geralmente, entre 3 e 7 minutos é suficiente.

- Passo 4
Quando o giz estiver totalmente derretido, retire do forno e aguarde esfriar.

- Passo 5
Após totalmente resfriado, desenforme.

Galeria da notícia