Início do conteúdo

04 de Agosto de 2017

5 acessórios para driblar as dores na gravidez

foto_01.jpg

Com a expectativa, as dúvidas e o amor, vêm também as dores da gravidez. Enquanto você está focada em encontrar o carrinho certo e montar o quarto mais aconchegante, o seu corpo trabalha a milhão para desenvolver essa nova vida. Durante o período, é muito comum que as futuras mamães sintam desconfortos como cólicas, dores nas costas e até na parte inferior da barriga. Não tem porque se assustar com isso. Afinal, o seu útero está expandindo, os hormônios estão no pico e todos os músculos trabalham para preparar o espaço que vai hospedar o bebê por nove meses. Mas, com tantas facilidades, não tem porque conviver com todas essas dores. É por isso que o fisioterapeuta Regis Severo, que atua no desenvolvimento de produtos para a saúde na Mercur, orienta sobre o uso de alguns acessórios que podem auxiliar neste período. Confira:


Para dores na lombar e pernas

Amiga número 1 de toda mulher desde a primeira menstruação, a bolsa de água quente não deixa de ser um acessório indispensável ao longo da gravidez. Já nas primeiras semanas, o aumento do volume do útero costuma provocar cólicas frequentes. Os músculos da região pélvica também geram dores que podem ser amenizadas com aplicação de calor no local.


Para melhorar a circulação sanguínea e reduzir o inchaço

Com os hormônios em alta, as grávidas podem sofrer a perda de tonicidade das paredes das veias. Os sintomas são a sensação de pernas doloridas e cansadas e os conhecidos pés inchados. Uma consequência indesejável também surge a partir do quarto mês de gestação: as varizes. Para evitar os problemas, a meia-calça de compressão é uma aliada. Se a mulher já tem varizes, a tendência é que se agravem. Atente para isso.


Para evitar noites mal dormidas

Em diversos formatos, os travesseiros para grávidas são uma ajuda e tanto na hora de dormir. Conforme a gestação evolui, fica cada vez mais difícil conciliar a barriga grande com noites de sono tranquilo. Qual a diferença deste para um travesseiro comum? Ele contorna o corpo da mulher desde a cabeça até os pés. Isso oferece um bom suporte para barriga e costas, as áreas que mais sofrem nesta época.


Faixa de sustentação

Conforme a barriga cresce, o corpo tende a se projetar para frente. Como forma de compensar esta postura e melhorar o equilíbrio corporal, a coluna lombar tende a aumentar a sua curvatura, o que chamamos de Hiperlordose. Segundo o fisioterapeuta Régis Severo, esta alteração que causa desconforto e dor, pois os músculos da região são sobrecarregados e se tencionam. Da mesma forma, o espaço entre uma vértebra e outra diminui, o que causa a compressão dos nervos da região, causando dores, como a dor ciática, por exemplo.

“A órtese tem o papel de sustentar o peso da barriga fazendo com que os músculos lombares sejam menos exigidos. Da mesma forma, ao aliviar a projeção da barriga para frente, a cinta auxilia a reduzir a curvatura excessiva da coluna lombar”, ressalta o profissional.

Para facilitar a amamentação

Um dos primeiros desafios da maternidade é amamentar. Desde conseguir que o bebê faça a pega correta até adaptar-se ao fluxo de leite. A Organização Mundial da Saúde recomenda que todas as crianças devem ser alimentadas exclusivamente com o leite da mãe até os 6 meses de idade e, mesmo após a introdução de alimentos, sigam mamando no peito até os 2 anos de idade. Para auxiliar neste momento, a bomba manual é recomendada para a coleta do leite e também ajuda com o desenvolvimento do mamilo pela sucção. Assim, acaba ficando mais fácil de o seu filho se habituar à amamentação e você não sofre com as dores de manter leite no peito por muito tempo. 

*Consulte um profissional da saúde antes de utilizar qualquer um os acessórios listados acima.

Informações para a Imprensa:
Engaje Comunicação Inteligente
Fernanda Dreier e Rosângela Florczak
(51) 9 9550.8614 e 3378.1136
mercur@engajecomunicacao.com 

Galeria da notícia