Início do conteúdo

19 de Setembro de 2018

Arte para compreender a si e aos outros

Pedagoga ressalta que a experiência com as artes na infância é capaz de promover o desenvolvimento emocional, social e intelectual

IMG_3488.jpg

Foto: Divulgação/Mercur

É na intensidade da busca pela superação de seus limites, quando é convidada a optar e a improvisar, que uma criança aprende a perceber outras possibilidades de si e do mundo. É por isso que apresentá-las às artes logo na educação infantil tem um grande valor. Segundo a pedagoga Márcia Murillo, que atua na Mercur, o espaço para as artes na educação infantil é um meio importante para que os pequenos possam compreender a si mesmos e aos outros, possam compreender os sentimentos, emoções, desejos e vontades. “Encorajar uma criança a se expressar pela criação é promover sua autonomia pessoal e social”, ressalta.

O ato de criar algo com as próprias mãos promove o desenvolvimento intelectual, emocional, social, perceptivo, físico, estético e criador. Colorir, por exemplo, é um incentivo ao aprimoramento da expressão, da coordenação, das habilidades motoras, da concentração e do conhecimento das cores. Todos esses aspectos podem ser observados na criança enquanto ela faz seus rabiscos e pequenas manifestações no papel. As formas de fazer são muitas: pintura com giz, tintas, lápis, colagens, carimbos, entre outras.

Durante a utilização de materiais como tintas, por exemplo, a criança percebe as diferentes tonalidades de cor existentes e assim faz efetiva relação com o mundo ao seu redor. Quando ela se dá conta que em uma árvore as folhas são verdes e o tronco é marrom, ela vai repassar isso para seus desenhos. É o momento que ela explora as possibilidades existentes, podendo escolher qual cor utilizar, deixando suas ideias coloridas na produção realizada.

Deixa fluir, deixa criar e se sujar

É comum que alguns pais e professores se preocupem com a bagunça que a criança fará durante as pinturas. Não se pode esquecer que é um momento de descoberta e de arte, então a dica é: deixa fluir, deixa se sujar! Entre na brincadeira com os pequenos e aprenda com eles também.

IMG_3609 (1).jpg

Foto: Divulgação/Mercur

A interação é saudável e provavelmente fará com que a experiência se torne mais agradável ainda. É legal entender que, além de um momento de descoberta, fazer arte é a oportunidade que as crianças têm de exercer seu pensamento e conquistar a confiança em sua autonomia diante do todo.

É importante lembrar que um adulto jamais deve tentar avaliar uma experiência artística de uma criança. Ao contrário disso, deve procurar compreendê-la, pois aquilo que ela cria é uma expressão do que pensa ou do que sente.

Sobre a Mercur

A Mercur é uma empresa brasileira fundada em 1924 na cidade de Santa Cruz do Sul (RS) e começou sua trajetória com produtos derivados da borracha. Com o passar dos anos e o repensar constante de suas atividades, compreendeu que tudo o que é produzido para atender as necessidades humanas tem um impacto no ambiente, indivíduos e na sociedade. Por isso hoje assume publicamente o compromisso de participar com pessoas e organizações na criação de soluções sustentáveis para construir um mundo de um jeito bom para todo mundo. Nessa caminhada, tem descoberto novas maneiras de construir soluções com as pessoas, a partir das necessidades delas. Atualmente, a empresa conta com cerca de 700 colaboradores com um portfólio de produtos voltados aos segmentos de educação e saúde: borrachas de apagar, giz de cera, bolsas térmicas, muletas e produtos voltados à pessoa com deficiência.

Informações para a Imprensa
Engaje Comunicação Inteligente
Fernanda Dreier e Gabriela Fritsch
(51) 3378.1136
mercur@engajecomunicacao.com   

Galeria da notícia