Compromisso público pelo fim de publicidade infantil - Mercur

Notícias

Compromisso público pelo fim de publicidade infantil

Voltar
29/09/2020

Compromisso público pelo fim de publicidade infantil

Após lançar Guia Jeito Mercur de se relacionar com o público infantil, empresa assina termo junto com o Instituto Alana.

 

No dia 29 de setembro, a Mercur assinou, junto com o Instituto Alana, um compromisso público pelo fim do direcionamento de publicidade e comunicação mercadológica à criança. Ainda que a empresa não direcione esse tipo de comunicação para o público infantil desde 2010, a assinatura representa um comprometimento perante a sociedade de assegurar e garantir a proteção dos direitos da criança.  No termo, proposto pelo programa Criança e Consumo, do Instituto Alana, que atua há 15 anos pelo fim da publicidade infantil, a Mercur se compromete a criar, desenvolver e reproduzir suas promoções, campanhas publicitárias e mensagens comerciais exclusivamente para o público adulto sem, em hipótese alguma, dirigi-las a crianças.

 

Jorge Hoelzel assinou o compromisso público como representante da Mercur. #pracegover Jorge está de pé e sorrindo.

 

“Comemoramos  a decisão da Mercur de assinar o termo de compromisso, pois reforça na sociedade a importância de se coibir a publicidade infantil, inspirando outras  empresas a rever suas políticas de comunicação – em cumprimento ao que já estabelece a lei – e passem a direcionar toda publicidade exclusivamente ao público adulto, que são os verdadeiros responsáveis pelo poder de compra. Não é justo, ético ou legal que uma empresa pratique publicidade infantil, que é aquela dirigida diretamente ao público até 12 anos de idade. Empresas que continuarem com tal prática ficarão no passado”, analisa Pedro Hartung, coordenador do programa Criança e Consumo, do Instituto Alana.

Pesquisas apontam que crianças até 12 anos de idade não entendem o  caráter persuasivo da publicidade e são hipervulneráveis, devido ao seu processo inconcluso de desenvolvimento físico, cognitivo, emocional e social. Dessa forma, é extremamente injusto e antiético, sobretudo ilegal, direcionar publicidade para esse público. Além disso, a publicidade infantil é apontada como um dos elementos associados a impactos sociais negativos tais como consumismo, diminuição de brincadeiras livres e criativas, prejuízos ambientais, distanciamento da criança com a natureza, estresse familiar, adultização precoce e aumento de obesidade infantil e outras doenças crônicas não-transmissíveis.

 

O compromisso público assinado pela Mercur está disponível nesse link.

 

Confira como se deu essa caminhada da empresa:

 

Informações para a Imprensa:

Engaje Comunicação Inteligente

Matheus Pandolfo

(51) 3378.1136

mercur@engajecomunicacao.com

Acompanhe as notícias do universo Mercur

Cadastre seu e-mail ao lado e receba
todas as notícias e conteúdo exclusivo.

Created by Avanti