Engrossadores facilitam a realização de atividades da vida diária - Mercur

Notícias

Engrossadores facilitam a realização de atividades da vida diária

Voltar
20/03/2019

Engrossadores facilitam a realização de atividades da vida diária

Recursos cocriados pela Mercur e uma rede de pessoas tornam objetos como lápis, caneta, talheres e escova de dentes mais robustos, facilitam a pega e possibilitam maior independência a quem precisa

Uma pessoa está segurando, com movimento de pinça, um lápis envolto pelo Engrossador Grip da Mercur, que é roxo. Ela está escrevendo num post-it cor de laranja

A possibilidade de realizar ações como se alimentar sozinho ou conseguir segurar um lápis para escrever é algo que pode parecer muito simples se você faz isso todos os dias. Para muitas pessoas, não é. Há quem nunca tenha conseguido fazer e há também quem fazia e, por algum motivo, não consegue executar mais esta tarefa.

Buscamos entender e conversar sobre inclusão no nosso cotidiano. Temos visto muitas bandeiras e avanços nesse campo na última década. O último Censo Escolar, por exemplo, mostra que 877 mil estudantes com algum tipo de deficiência estavam na Educação Básica em 2017. Isso representa uma alta consecutiva nas matrículas pelo quarto ano consecutivo e, que conquista importante, mas será que inclusão é apenas o acesso às escolas ou, para ampliar nossa conversa, aos serviços de saúde?

E se olhar para a diversidade fosse o mesmo que olhar para as necessidades específicas de cada pessoa? E se pensar em inclusão fosse pensar em tornar acessível tudo aquilo que está inacessível para alguém? De necessidades básicas a direitos e à possibilidade de autonomia e bem-estar. Se somos singulares, por qual motivo nossas necessidades também não haveriam de ser?

Em conversas com pessoas com deficiência e profissionais que atendem essas pessoas, a Mercur, indústria de produtos e serviços para a Saúde e Educação, atentou para o fato de que muitas pessoas com dificuldades motoras precisam engrossar os cabos dos utensílios que usam em seu dia a dia. Lápis, pincel, pente ou talher: quanto mais robusto, mais fácil e possível de segurar e mais firmeza ao manusear. Dessa escuta surgiram os Engrossadores, recursos que facilitam a realização de atividades da vida diária (AVDs), desenvolvidos a partir de oficinas com pessoas com deficiência, profissionais da Saúde, Educação e Design.

“Para pensar estas soluções realizamos diversas oficinas de cocriação envolvendo terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, educadores, designers, pessoas com deficiência e familiares. Surgiram vários protótipos diferentes e legitimamos cada um deles com pessoas que tinham necessidade destes recursos”, conta a terapeuta ocupacional Cristina Fank, que atua na área de Inovação da Mercur.

Para a finalidade de atender diferentes necessidades existem quatro engrossadores diferentes: o Multiuso, em Discos, Grip e de Talheres.

Olhar profissional para indicar o recurso adequado

As profissões que trabalham a independência do indivíduo – para que ele alcance a independência nas mais diversas situações de sua vida – precisam, muitas vezes, de adaptações e recursos que sejam realmente acessíveis. Já para o paciente ou aluno, a orientação profissional é muito importante para avaliar o uso adequado e bem sucedido dos engrossadores.

Segundo a terapeuta ocupacional Tatiane Silva, que atua no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, o Engrossador de Talheres é um material que possibilita favorecer a autonomia de seus pacientes. “Quando se trata de um paciente que teve uma lesão neurológica ou motora, em que ele não consegue mais executar a tarefa de se alimentar com tanta exatidão, temos a oportunidade de ajudá-lo. Isso dá à vida um novo significado. É muito mais que um benefício motor, é emocional”, relata.

Ela, que auxiliou no processo de legitimação do produto por meio de espaços de experimentação com seus pacientes, explica que no caso de um acidente vascular cerebral, por exemplo, a adaptação significa possibilitar um fazer que antes era normal e que volta a ser possível. Em uma ataxia, em que a pessoa vai perdendo a mobilidade, significa maior autonomia e segurança neste processo. Em uma doença de Parkinson, em que se tem um tremor, o engrossamento possibilita melhor capacidade de preensão.

Mulheres estão reunidas em círculo. Tatiane, que é terapeuta ocupacional, está no centro da imagem. Ela tem pele negra e cabelos cacheados. Está vestindo uma blusa de lã em tons azuis. Na ocasião estava reunida com outras terapeutas ocupacionais no Laboratório de Inovação Social da Mercur

Já quando o uso é feito na escola, para possibilitar mais inclusão nos processos de aprendizagem, a pedagoga Márcia Murillo, que atua na Mercur, explica que é imprescindível o diálogo com a criança. “A criança precisa entender que é importante para ela, que todas as pessoas têm necessidades específicas diferentes, caso contrário achará ruim, usar produtos diferente de outros colegas. Neste caso o papel do educador é muito importante”, comenta.

Segundo Tatiane, a possibilidade de participar da criação de recursos que vão ser complementares ao atendimento para melhorar a qualidade de vida das pessoas, também motiva a atuação profissional. “Nos atendimentos de terapia ocupacional, dependendo das patologias, as pessoas chegam muito desmotivadas e entristecidas pelo seu processo de adoecimento. Então quando a gente consegue fazer com que a pessoa realize algo que ela pensava que não conseguiria mais, isso é a nossa realização completa. O fazer é a ocupação humana, o processo de cuidado com o outro nos motiva cada vez mais. A nossa troca com o paciente começa ao compreendê-lo para buscar as alternativas e, quando se torna possível participar da criação de algo que vá ajudá-lo é ainda mais surpreendente”.

Tecnologia e expertise para gerar bem-estar

Durante as oficinas de experimentação dos recursos os colaboradores da Mercur, profissionais de saúde e usuários que participaram da criação e legitimação dos engrossadores, descobriram que eles também atendem outras necessidades: engrossar maçaneta de porta, engrossar brinquedos, facilitar o uso de fio dental com haste e até de lápis para automaquiagem.

A imagem mostra o Engrossador sendo usado no trinco de uma porta. Além de torná-lo mais robusto, cria uma proteção para quem precisa baixar o trico com o punho/lateral do braço

Estes recursos fazem parte de uma “família” de produtos que vêm sendo cocriados há alguns anos. Cristina conta que desde que começou a repensar seu papel enquanto indústria, a Mercur passou a buscar formas de entender as reais necessidades das pessoas e decidiu disponibilizar seu conhecimento e estrutura para oferecer acesso a serviços que tenham significado para todos.

A empresa faz isto através da criação de ações, de recursos de Tecnologia Assistiva e de serviços e sistemas, de uma maneira colaborativa, especialmente por estar comprometida com novas lógicas de produção que valorizem a colaboração das pessoas em prol da real necessidade que elas possuem. A ideia é aproximar pessoas que queiram colocar em foco a inclusão e a acessibilidade, para buscar novas ações e atitudes de convivência, facilitar os encontros, diálogos e criações.

Quatro engrossadores, várias funções

Engrossador Multiuso: Escrever ou mesmo escovar os dentes pode ser mais fácil se o controle sobre a ferramenta for maior. O Engrossador Multiuso Mercur facilita as atividades de vida diária (AVD’s) porque torna os equipamentos em geral mais robustos, facilitando sua pega. Disponível em duas apresentações: o vermelho que facilita o manuseio de objetos mais finos como lápis e canetas e o verde, que pode ser utilizado em objetos mais grossos, como escovas de dentes, pincéis e pentes. Assim como todos os engrossadores, serve para destros e canhotos.

Engrossador Grip: É um suporte feito de borracha que também se encaixa em materiais como lápis, canetas, pincéis finos e outros. Melhora o controle da escrita, não deixa o instrumento escorregar das mãos ou da mesa e, principalmente, alivia o cansaço dos dedos. O Engrossador Grip Mercur é indicado para pessoas que conseguem segurar o lápis/caneta com o indicador e o polegar (movimento de pinça) e necessitam maior precisão na escrita.

Engrossador de Talheres: É um recurso de Tecnologia Assistiva que auxilia pessoas com dificuldade de preensão palmar no uso de utensílios como facas, garfos e colheres de mesa. Este dispositivo serve para engrossar a espessura do cabo dos talheres, facilitando a pega. Suas dimensões possibilitam o uso com a maioria dos talheres de modelos convencionais disponíveis. Há um modelo para talheres com cabo metal e outra para talheres com cabos de madeira ou de polímero. O Engrossador de Talheres pode ser utilizado em conjunto com o Fixador de Mão em Tira.

A imagem mostra mãos de uma senhora que está se alimentando, comendo frutas, com um garfo adaptado com o Engrossador de Talheres

Engrossador em Discos: Também é um facilitador de atividades da vida diária (AVDs) que foi pensado como possibilidade de oferecer mais conforto às pessoas com dificuldade de preensão, tornando o ato de escrever ou pintar um momento ainda mais feliz e prazeroso. Possui duas apresentações nas cores verde e amarela com características distintas. O Engrossador formado por discos verdes é leve e macio. Mais pesado e rígido, se comparado ao verde, o Engrossador amarelo facilita a estabilização dos membros superiores no momento da escrita. Podem ser montados de diferentes formas, de acordo com a necessidade de cada pessoa. Para usar, basta escolher o formato desejado, encaixar os discos no utensílio conforme o gabarito. É possível criar outras combinações para montar o seu engrossador.

Relacionamento com a Imprensa

Engaje Comunicação Inteligente
Fernanda Dreier
(51) 3378.1136
mercur@engajecomunicacao.com 

Acompanhe as notícias do universo Mercur

Cadastre seu e-mail ao lado e receba
todas as notícias e conteúdo exclusivo.

Created by Avanti