Espaços de aprendizagem inspiram o desenvolvimento coletivo no trabalho - Mercur

Notícias

Espaços de aprendizagem inspiram o desenvolvimento coletivo no trabalho

Voltar
07/12/2017

Espaços de aprendizagem inspiram o desenvolvimento coletivo no trabalho

Conheça o Plano de Educação, um espaço criado pela indústria Mercur para que as pessoas compartilhem conhecimentos, fortaleçam laços e debatam questões de cidadania e preservação do planeta no ambiente de trabalho

Vários colaboradores da Mercur estão posando para a foto. Eles sorriem.

Trabalho coletivo, crítica e análise do ambiente de trabalho e da sociedade fazem parte do dia a dia dos trabalhadores na Mercur. Para além das salas de trabalho e dos corredores, acabaram ganhando um lugar especial, que são os Espaços de Aprendizagem (EA’s) que a empresa criou para inserir a educação para a sustentabilidade e a educação para a vida. Os EA’s acontecem através de oficinas, rodas de conversa, palestras, filmes e outras possibilidades que possam estimular as pessoas a criar e a vivenciar, juntas, diferentes momentos em suas vidas. Um desses espaços é o Plano de Educação, em que um grupo de colaboradores se reúne a cada mês para participar de 40 horas de compartilhamento de conhecimentos e estudos.

A ideia surgiu quando a Mercur identificou que precisava proporcionar espaços para que as pessoas que trabalham na empresa pudessem viver e reviver o posicionamento institucional, fortalecer laços, conhecer melhor os produtos e projetos e ampliar a consciência coletiva para questões de cidadania e preservação do planeta.

O facilitador da empresa, Breno Strussmann, conta que a os espaços de aprendizagem estão nos direcionadores da empresa e foram criados, principalmente, para viabilizar ambientes de diálogo emancipador e de convivência através de atividades. “A ideia é que nestes espaços as pessoas possam se manifestar expressando seus talentos, conhecimentos e experiências a serviço de outras pessoas, criando momentos significativos e trocas ao ensinar e aprender”, relata.

Caruline Correa, que atua na área de Talentos Humanos (TH), reforça que a proposta surgiu do desejo de criar um espaço que fizesse sentido para as pessoas e para a empresa: “As turmas são organizadas mensalmente e a proposta é que se tenha pessoas das diversas áreas da empresa. As inscrições são voluntárias, cada um no seu tempo e disponibilidade, ou seja, a Mercur faz o convite e reforça a importância de todos vivenciarem este Espaço de Aprendizagem, mas não impõe a participação”, expõe. Até o final de 2017, 525 trabalhadores, de um total de 705, terão vivenciado o Plano de Educação.

Novas metodologias contemplam diversidade, diálogo e conhecimento compartilhado

As singularidades reunidas nos encontros espelham características, personalidades, escolhas e constituem a identidade de cada um e do grupo – sempre cheio de diversidade. Já as parcerias e trocas ajudam a estabelecer territórios, a desenvolver o sentimento de pertença e a favorecer a autonomia.

No período do Plano de Educação, a turma de inscritos vivencia oficinas de Consumo Consciente e visitas à fábrica, ao Centro e no Distrito Industrial, à Cooperativa de Catadores e Recicladores de Santa Cruz do Sul (Coomcat) e à Fundação de Proteção Ambiental de Santa Cruz do Sul (Fupasc).

Vários colaboradores da Mercur estão posando para a foto. Eles estão na Coomcat. O dia é de chuva e eles usam capas.

A visita à Coomcat é uma oportunidade de compreensão do contexto ambiental e social da geração de resíduos. “A maioria das pessoas nunca visitou uma cooperativa de catadores e não tem ideia de para onde vai tudo que consome diariamente. Chegando lá é possível conhecer a realidade de uma entidade que luta constantemente para se manter, que tem papel fundamental na cadeia de reciclagem e que através do modelo cooperativo gera ocupação e renda para pessoas que fazem um trabalho incrível e que muitas vezes não é reconhecido pela sociedade”, relata Cassiano Kappaun, que atua na área de Espaços de Aprendizagem.

Já a ida até a Fupasc, localizada no distrito industrial do município, mostra outra realidade. Uma fundação privada, organizada por cerca de 20 grandes empresas de Santa Cruz do Sul e região para melhor destinar os resíduos sólidos gerados. Ali se investe constantemente em pesquisa e nas mais modernas soluções e os visitantes pode aprender sobre a legislação em vigor e logística reversa.

Nas oficinas de Consumo Consciente o grupo busca promover a reflexão sobre temas relativos ao consumo e seus impactos nos indivíduos, na sociedade e no meio ambiente. As atividades são lideradas por pessoas das diferentes áreas que buscam fazer uma sensibilização para um tema específico. Fala-se de consumo e consumismo: preciso realmente consumir tudo o que eu consumo?; do impacto da mídia, da moda, da necessidade de ter maior que ser; do uso dos recursos naturais como água, energia, matérias primas e suas limitações; de orçamento familiar; resíduos e reciclagem, separação, coleta, descarte, hábitos responsáveis, entre outros.

O diálogo entre as ideias, as práticas, as rotinas e as jornadas de trabalho possibilitam momentos de contemplação para enxergar juntos as possibilidades e os resultados. Segundo Strussmann, através da energia depositada nestes espaços, a empresa percebe um retorno gratificante: “O retorno vem por meio das transformações decorrentes das relações e das expressões das pessoas, que também alteram o clima e a cultura da organização através do estado de confiança, do sentido de pertencimento, da criatividade e do interesse nas diferentes atividades que propomos”, compartilha.

 

Sobre a Mercur

A Mercur é uma empresa brasileira fundada em 1924 na cidade de Santa Cruz do Sul (RS) e começou sua trajetória com produtos derivados da borracha. Com o passar dos anos e o repensar constante de suas atividades, compreendeu que tudo o que é produzido para atender as necessidades humanas tem um impacto no ambiente, indivíduos e na sociedade. Por isso hoje assume publicamente o compromisso de incentivar o consumo responsável e participar com pessoas e organizações na criação de soluções sustentáveis para possibilitar um mundo de um jeito bom para todo mundo. Nessa caminhada, tem descoberto novas maneiras de construir soluções com as pessoas, a partir das necessidades delas. Atualmente, a empresa conta com cerca de 700 colaboradores e com um portfólio de produtos voltados aos segmentos de educação e saúde: borrachas de apagar, giz de cera, bolsas térmicas, órteses, muletas e produtos voltados à pessoa com deficiência.

 

Informações para a Imprensa:

Engaje Comunicação Inteligente

Fernanda Dreier e Rosângela Florczak

(51) 9 9550.8614 e 3378.1136

mercur@engajecomunicacao.com

Acompanhe as notícias do universo Mercur

Cadastre seu e-mail ao lado e receba
todas as notícias e conteúdo exclusivo.

Created by Avanti