Mercur participa do ColaborAmerica 2017 - Mercur

Notícias

Mercur participa do ColaborAmerica 2017

Voltar
24/11/2017

Mercur participa do ColaborAmerica 2017

Várias pessoas sentadas em um grande círculo. Algumas mais para fora e outras mais para dentro.

Inovação, tecnologia e modelos alternativos de economia são alguns dos temas debatidos no ColaborAmerica 2017, que tem como centro de sua programação “Inovar é Regenerar”. O evento, que acontece no Rio de Janeiro, iniciou no dia 23 e segue até o sábado (25). A proposta é reunir no mesmo espaço líderes empresariais, políticos, ativistas e cidadãos interessados em contribuir de alguma forma com um modelo econômico mais consciente e mais colaborativo para a América Latina.

Mais de 40 palestras e conversas, além de workshops e ativações de empreendedores fazem parte do intercâmbio de cultura e conhecimento. No dia 23, o facilitador e diretor-geral da Mercur, Breno Strussmann, compartilhou com o público, em um diálogo sobre economia circular e algumas ações da empresa.

Com o título de “A virada de chave: nunca é tarde para regenerar”, ele contou um pouco sobre o caminho trilhado pela Mercur nos seus 93 anos de atuação. Breno falou da mudança da empresa, em 2009, que gerou impacto em sua estrutura organizacional, na escolha dos mercados em que atua e no desenvolvimento de seus produtos. A Mercur tem como  compromisso institucional “Unir pessoas e organizações para construir encaminhamentos e criar soluções sustentáveis”.

Segundo Breno, regenerar – que foi o foco principal de sua fala – é permitir que a valorização da vida encontre o seu curso natural, é deixar emergir a solidariedade e unicidade coletiva para os outros e com o planeta. Sobre a participação da empresa no festival, comenta: “É muito bom ter a possibilidade de contar um pouco da nossa trajetória colaborativa em termos economicohumanosocioambiental e, se possível, contribuir como inspiração para outras pessoas e organizações em suas descobertas na construção de um mundo melhor e possível”.

Um banner em branco contando a história e propósito da Mercur com vários desenhos.

Ele acredita também que foi uma excelente oportunidade para interagir com pessoas e projetos que buscam inovar não apenas pela excitação tecnólogica, mas para curar o que é urgente. “A diversidade deste festival contribui para novas visões de mundo e propicia a todos um entendimento de que podem existir outras maneiras de construção. Da diversidade brotam os talentos e atitudes autênticas que podem, por meio da curiosidade e do exercício criativo, gerar mudanças que respeitem ao próximo e o entorno”, detalha.

Várias pessoas em pé com os braços pra cima em um grande círculo. Algumas mais para fora e outras mais para dentro.
Algumas curiosidades sobre o evento são que ele se propõe a ser lixo zero, ou seja, tomou todas as medidas possíveis para reduzir e evitar que resíduos sejam destinados para aterros sanitários e incineradores. Durante todo o evento, o consumo de energia elétrica será monitorado para que seja compensado ao final. Além disso, toda a informação que for compartilhada no local será de maneira digital, ou seja, sem papéis, sacolas ou descartáveis.

Acompanhe as notícias do universo Mercur

Cadastre seu e-mail ao lado e receba
todas as notícias e conteúdo exclusivo.

Created by Avanti