Mercur mantém paralisação mesmo após decreto municipal - Mercur

Notícias

Mercur mantém paralisação mesmo após decreto municipal

Voltar
06/04/2020

Mercur mantém paralisação mesmo após decreto municipal

Sem atividades há 15 dias, empresa mantém a paralisação, mesmo após decreto municipal que prevê retomada de atividades não essenciais, com base no seu compromisso institucional de cuidado com as pessoas

Desde o dia 23 de março os 600 colaboradores da Mercur foram liberados do trabalho com a recomendação de cumprir o isolamento social necessário para conter a disseminação do Covid-19. A decisão teve como base o compromisso institucional da empresa de cuidar das pessoas e garantir a segurança e bem-estar de todos. 

Hoje (05 de abril de 2020), a partir do Decreto municipal Nº 10.584, que prevê a retomada de atividades industriais em Santa Cruz do Sul, o comitê de trabalho responsável pelo Plano de Contingência da empresa frente ao coronavírus esteve reunido para repensar medidas. A Mercur, no entanto, optou por continuar com a paralisação de suas atividades e seguir trabalhando em um plano de reativação que dimensiona as necessidades para o retorno, previsto para até o dia 04 de maio, e o ritmo em que isso ocorrerá. 

“Mantemos a decisão porque nos preocupamos com cada um. Cada pessoa que se relaciona com a gente. Da portaria até a fábrica. Dos escritórios às diferentes regiões do Brasil e do mundo. Dos fornecedores até os nossos clientes. De Santa Cruz do Sul até o Pará. Da nossa relação com todo o mundo. Precisamos de mais tempo, para  voltarmos às atividades e garantir a segurança e o cuidado que todos merecem”, ressalta Fabiane Lamaison, facilitadora de coordenação da empresa.

Observações importantes:

  • A data do dia 04/05 pode ser flexibilizada conforme a evolução do plano de reativação das atividades de trabalho;
  • De acordo com a evolução do plano, os processos poderão ser reativados progressivamente e as pessoas envolvidas serão acionadas para o retorno às atividades com os devidos cuidados de saúde e segurança;
  • Nesse momento, permanece a decisão de que para os colaboradores o período de paralisação será considerado como banco de horas ou férias, aos que desejarem e já possuem esse direito. A recuperação será negociada a partir de um calendário corporativo de forma que fique adequado para todos os envolvidos;
  • Para viabilizar a paralisação, a Mercur fez um mapeamento de todos os processos críticos que envolvem os públicos de contato, prevendo uma desaceleração das atividades. A decisão prioriza que nenhuma das partes seja prejudicada;
  • Os canais para a comunicação durante o período são uma lista de transmissão via WhatsApp, e-mail e site. Nestes canais são compartilhadas as decisões da empresa e também uma news semanal focada no bem-estar físico e mental dos colaboradores e suas famílias;
  • Em torno de 10% do quadro funcional está mantendo, em regime de plantão e remoto, apenas atividades essenciais como: comunicação institucional da empresa, departamento pessoal, financeiro e segurança patrimonial;
  • Caso seja necessário, a empresa se preparou para disponibilizar o encaminhamento para atendimento psicológico individual como forma de diminuir a possível ansiedade e contribuir com a qualidade do período de isolamento. Uma sessão especial com referências de leitura e vídeos foi disponibilizada no Portal de Aprendizagem da empresa;
  • “Estamos em um mundo finito, o que nos importa são as pessoas.”

    Informações para a Imprensa:

    Engaje Comunicação Inteligente

    Fernanda Dreier

    (51) 3378.1136

    mercur@engajecomunicacao.com

Acompanhe as notícias do universo Mercur

Cadastre seu e-mail ao lado e receba
todas as notícias e conteúdo exclusivo.

Created by Avanti